British Airways prepara-se para greve na próxima semana

Segundo o sindicato, é a primeira vez que os pilotos da companhia fazem greve. Esta greve de pilotos da BA, que pertence ao grupo aéreo IAG, pode afetar mais de 90% dos 4.300 pilotos da companhia. Como consequência, 1.600 voos podem ser cancelados na próxima semana, afetando milhares de passageiros, de acordo com a imprensa local.

Na quinta-feira à noite, a BA rejeitou uma proposta do sindicato, que sugeria renunciar à greve se a companhia regressasse à mesa de negociações.

“Estamos abertos a discussões construtivas com o Balpa para negociações salariais, mas pensamos que o sindicato não está a mostrar boa vontade ao avançar com uma proposta de última hora que custaria mais 50 milhões de libras [cerca de 57,7 milhões de euros] “, sublinha a BA.

Em resposta, Brian Strutton, secretário-geral do Balpa, considerou que a BA está a agir deliberadamente para que a greve tenha lugar.

O dirigente sindical contestou também o número avançado como sendo o custo da proposta, alegando que se trata apenas de mais cinco milhões de libras em relação ao avançado pela BA nas negociações.

“Um dia de greve vai custar à companhia 40 milhões de libras, mas parecem mais satisfeitos com isso do que em gastar com os pilotos”, afirmou Strutton.

O Governo britânico pediu que as negociações sejam retomadas, receando uma ampliação do conflito.

“Os sindicatos e a BA devem regressar à mesa de negociações e encontrar uma solução. O público espera que isso aconteça”, indicou um porta-voz do executivo.

Fonte: Reuters


Opiniões dos leitores

Deixem um Comentário


[There are no radio stations in the database]