Início Sociedade Elias Dhlakama quer mais abertura na RENAMO

Elias Dhlakama quer mais abertura na RENAMO

50
0
Publicidade
Fleetrack Moçambique, SA

Elias Dhlakama, um dos pré-candidatos à presidência da RENAMO, o principal partido da oposição moçambicana


Elias Dhlakama, um dos pré-candidatos à presidência da RENAMO, o principal partido da oposição moçambicana, defende maior abertura do partido às dinâmicas sociais. “A RENAMO vive da sociedade. Quem vai votar na RENAMO é a sociedade”, afirma em entrevista à DW África.

Publicidade
Decoração DK Eventos

Estes pronunciamentos de Elias Dhlakama surgem na sequência das críticas sobre os requisitos para os candidatos à liderança do partido.

O político defende o respeito dos estatutos do partido, mas sem se esquecer dos limites constitucionais sobre a idade mínima [de 35 anos], para os candidatos à Presidência da República.

Em entrevista a Dw Elias Dhlakama (ED): diz acreditar que a reação  ao perfil aprovado pelo Conselho Nacional é uma situação que aborreceu a sociedade. Gostaria que houvesse mais abertura. “O perfil que desta vez entrou em vigor, ou que vai entrar em vigor, não é de hoje. Já foi uma prática no passado. Em 2019, foi o mesmo perfil que vai ser implementado neste congresso. Agora, precisaria de facto que houvesse uma revisão, se houvesse essa vontade, se houvesse essa necessidade de o fazer. A sociedade fala como quiser, mas a sociedade ainda não reclamou porque um jovem de 18 anos não pode concorrer à presidência da República. Porque este indivíduo é um cidadão. Mas não é por aí, as coisas não podem ser em torno das pessoas, tem de ser em torno do partido. Porque, assim querendo, cada um vai ter a sua proposta para que seja incluso. Mas se formos fazer as coisas de acordo com as nossas vontades, deixa de ser um partido”.

Publicidade
Internet de Moçambique,SA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui