Início Internacional Corrupção: Presidente do parlamento do Vietname demite-se

Corrupção: Presidente do parlamento do Vietname demite-se

35
0
Publicidade
Fleetrack Moçambique, SA

O presidente do Parlamento vietnamita, Vuong Dinh Hue, renunciou ao cargo, tornando-se o mais recente membro do governo a deixar o posto no contexto da campanha anticorrupção em curso que abala as elites políticas e empresariais do país. A sua demissão é mais um episódio numa série de instabilidades políticas crescentes no Vietname.

A demissão de Hue segue-se à renúncia do Presidente Vo Van Thuong em março, pouco mais de um ano após o antigo chefe de Estado, Nguyen Xuan Phuc, se ter afastado devido à responsabilidade política pelos escândalos de corrupção durante a pandemia.

“Esta situação revela também a extrema incerteza num ambiente político que muitas vezes se orgulha da sua estabilidade, uma vez que três dirigentes de topo foram demitidos em apenas um ano”, afirmou Nguyen Khac Giang, analista do Instituto ISEAS-Yusof Ishak de Singapura.

A demissão de Hue ocorre dias após a detenção do seu adjunto, Pham Thai Ha, sob acusações de abuso de poder em proveito próprio, a 21 de abril, segundo o órgão de comunicação social estatal VN Express. Embora não haja indícios de envolvimento de Hue em corrupção, os investigadores concluíram que o líder parlamentar violou regulamentos do partido, afetando a reputação do mesmo.

O Partido Comunista do Vietname aceitou a “demissão voluntária” de Hue. Com 67 anos, ele ocupava o cargo de presidente da Assembleia Nacional do Vietname há mais de três anos, sendo este um dos quatro cargos políticos mais importantes do país, juntamente com o de chefe de Estado, primeiro-ministro e líder do Partido Comunista.

A instabilidade política pode ameaçar as ambições económicas do Vietname, que pretende ser uma alternativa à República Popular da China na região.

Hue foi implicado na investigação em curso sobre o Grupo Thuan An, resultando na detenção de Nguyen Duy Hung, presidente da empresa, e outros indivíduos. Este caso levou a uma sentença de morte sem precedentes para Truong My Lan, magnata do setor imobiliário, no maior caso de fraude de sempre no Vietname.

Segundo analistas, Hue era visto anteriormente como um possível sucessor de Trong, o atual chefe do partido. A sua queda intensifica a crise de sucessão do Vietname, com os líderes a prepararem-se para o congresso do Partido Comunista em 2026.

Publicidade
Decoração DK Eventos
Publicidade
Internet de Moçambique,SA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui